Tecnologia e alta-costura fundem-se nas novas malas de mão da Louis Vuitton

Marca francesa apresentou duas malas de mão com ecrãs flexíveis integrados, utilizando tecnologia da chinesa Royole.

A Louis Vuitton (LV) não é uma das primeiras marcas que associamos aos ecrãs dobráveis, mas depois de Samsung, Huawei, Xiaomi e outras fabricantes móveis terem deitado mãos à tecnologia, foi a marca francesa que decidiu criar um produto com esta solução integrada. Ao mercado vão chegar várias malas de mão com displays flexíveis incorporados, utilizando tecnologia da Royole, considerada a primeira fabricante a lançar no mercado um smartphone com ecrã dobrável.

Apesar de ter desenvolvido mais do que um modelo, a LV optou por trabalhar apenas com telas AMOLED de 1.920 x 1.440. A empresa exibiu duas malas esta última semana, em Nova Iorque, durante um desfile organizado no âmbito do Cruise 2020.

Uma das malas tem apenas um ecrã, ao passo que a outra, maior em tamanho, comporta dois. Nesta primeira versão, as telas serviram apenas para exibir imagens aleatórias de cidades e uma demo daquilo que aparentava ser um browser.

A Louis Vuitton sublinha que procura sempre "fundir a inovação com o conhecimento e experiência da indústria da moda". Ficou por confirmar se estas malas vão, ou não, chegar às lojas. Contudo, a marca diz que a ideia "é pensar na mala como uma extensão do smartphone". "Assim", remata, "podemos olhar para as malas como as telas do futuro".

Recorde-se que a Louis Vuitton não é uma estranha na indústria tecnológica. Ainda recentemente, lançou um par de auriculares sem fios.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Subscrever Já subscrevi

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Ler Artigo Original
Fonte: SAPO Tek

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: