RGPD veio para proteger internautas mas portugueses ainda não estão convencidos

Quase um ano depois do novo Regulamento Geral de Proteção de Dados passar a ser aplicado, os portugueses parecem pouco convencidos acerca dos resultados práticos da legislação europeia.

Tek

Num estudo do Observador Cetelem sobre ecommerce em Portugal, são apenas 30% aqueles que afirmam acreditar que as lojas online protegem os seus dados e não os partilham sem autorização, enquanto 35% revelam que têm conhecimento que os seus dados são utilizados para fins comerciais.

Os lisboetas são os mais confiantes na proteção de dados pessoais (39%), enquanto que os menos confiantes parecem mesmo ser os inquiridos na região do Porto (23%).

Quando questionados sobre a fraude online, 40% admitem recear possíveis situações, enquanto 30% referem que estão confortáveis em fazer pagamentos online. Numa análise mais detalhada pelas regiões do país, é possível observar que os inquiridos na região Norte (43%) têm mais receio destas situações, seguido dos lisboetas (41%).

Numa análise detalhada aos conhecimentos de expressões sobre a internet e compras online, os inquiridos que fizeram compras online no último ano parecem ter uma maior literacia sobre essas mesmas expressões, mostrando maior conhecimento de conceitos como "cookies" (93%); "https://" (92%); "realidade virtual" (84%) e "Inteligência Artificial" (79%).

Por regiões, a maioria das expressões relacionadas com a web e com o ecommerce são mais conhecidas em Lisboa, como “cookies”(57%), “marketplaces” (43%), “hashtag” (41%) e “web analytics” (36%). As exceções são “https://” (55%), “realidade virtual” (58%) e “inteligência artificial” (54%), que são mais conhecidas pelas generalidade dos inquiridos na zona Centro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Subscrever Já subscrevi

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Ler Artigo Original
Fonte: SAPO Tek

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: