Procuram-se ideias que tragam tecnologia do Espaço para o dia-a-dia da Terra

Não, não é nos Estados Unidos: é mesmo em Portugal. O desafio é lançado pelo Instituto Pedro Nunes e pelo Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra, e dirigido a jovens investigadores, estudantes e empreendedores.

O Instituto Pedro Nunes e o Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra estão novamente à de novas ideias que possam contribuir para adaptar as tecnologias espaciais aos usos do dia-a-dia.

O convite é deixado através da 2ª Coimbra Space Summer School a empreendedores, estudantes e investigadores, que durante cinco dias terão a oportunidade de criar uma proposta de negócio em torno do Espaço.

A ideia é aproveitar conhecimento, tecnologias e recursos gerados nas missões espaciais e nas atividades científicas de exploração do Espaço para criar soluções para outras áreas, nomeadamente cidades inteligentes, transportes, turismo e lazer, saúde e bem-estar, agricultura, ambiente, media, etc.

A organização procura estudantes finalistas de Licenciaturas, estudantes de Mestrado, investigadores ou empreendedores “com interesse em explorar as potencialidades do Espaço a nível científico e de negócio”, refere em comunicado.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas em grupo ou individualmente. No caso de inscrições individuais a organização vai criar equipas de quatro elementos.

A iniciativa vai decorrer no Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra e as sessões acontecem entre 9h30 e as 13h e das 14h às 17h30.

Além da exploração de oportunidades de negócio com tecnologia espacial, o programa inclui conferências sobre o espaço, observações astronómicas e visitas ao Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra.

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: