Primeiro foi o digital, depois o mobile e agora vai rodar tudo à volta da IA   

As nossas vidas mudaram muito nos últimos anos. Primeiro com o digital, a seguir com as comunicações móveis e, hoje, às portas de 2020, estamos a entrar numa nova era em que “será tudo acerca da Inteligência Artificial”. A garantia é de Wijnand Jongen.

Primeiro foi o digital, depois o mobile e agora vai rodar tudo à volta da IA   

Autor do livro “The End of Online Shopping” e CEO da associação Ecommerce Europe, Wijnand Jongen abriu o segundo dia do Portugal Digital Summit’19 com uma intervenção mencionando “as curvas de adaptação” e a “velocidade estonteante” a que a tecnologia tem evoluído, para nos atingir de forma “exponencial”. “É só pensarmos que ainda há 20 anos Steve Jobs estava a ensinar-nos a usar o Wi-Fi”.

Nesta nova era as coisas vão assentar na combinação da informação e da comunicação de uma forma contextual. “Imagine que vai a caminho do aeroporto e o seu smartphone o avisa que o voo foi cancelado. Através da IA o seu telefone pode comunicado consigo e sugerir-lhe que marque o voo seguinte, que é dali a duas horas… É disto que os algoritmos inteligentes tratam”.

E a Inteligência Artificial vai criar valor, “e muito”. Nas contas apresentadas por Wijnand Jongen durante o Portugal Digita Summit’19, a IA será responsável gerar valor adicional entre 3,5 biliões a 5,8 biliões de dólares, abrangendo 19 sectores nos próximos anos. E o Retalho vai estar no topo. “A Inteligência Artificial vai impactar estas novas indústrias de forma fundamental”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Subscrever Já subscrevi

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Ler Artigo Original
Fonte: SAPO Tek

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: