PME portuguesas acima da média europeia na captação de investimento para a Ciência

Há 10 novas empresas nacionais de base científica que vão ser financiadas pelo Programa Europeu “Instrumento PME”, criado ao abrigo do Programa Horizonte 2020.

Neste último processo de avaliação, agora divulgado pela Comissão Europeia, as empresas de Portugal captaram 5,2% do orçamento disponível, “tendo ultrapassado largamente a média europeia”, refere o Ministério Da ciência, numa nota enviada à imprensa.

No ano de 2017, Portugal terá captado mais financiamento do que durante os três anos anteriores neste instrumento de apoio à Inovação na Europa. Nesta fase, foram aprovados um total de 21 projetos, correspondentes a 3,4% do orçamento captado, uma taxa de sucesso nacional de 11% contra 7% de taxa global.

Nos quatro anos de existência do Horizonte 2020, e em termos europeus, este programa distribuiu já quase 6 milhões de euros a 119 PME de 24 países, entre eles Portugal.

Continuar a ler

No caso português, desde 2014, mais de 80 PME receberam financiamento através deste instrumento, o que significa que o país captou 3% do orçamento da Fase 1 e 1% da Fase 2.

As 10 empresas nacionais de base científica mais recentemente financiadas pelo Instrumento PME são:

  • Cyblix Unipessoal Lda
  • Farmácia Saúde Lda
  • Meshporto, Lda
  • Pavnext – Technological Pavements, Lda
  • Probe.ly – Soluções de cibersegurança
  • TWEVO, Lda
  • METAICG Innovation Consulting Group, Lda
  • BERD – PROJECTO, INVESTIGAÇÃO E ENGENHARIA DE PONTES S.A.
  • EAGROOP, Lda
  • Follow Inspiration

Partilhar Partilhar
Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: