PJ detém homem por esquema com dados de cartão de crédito falsos

A Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo DIAP de Braga, deteve um homem sobre o qual recaem fortes suspeitas da prática de crimes de burla qualificada e burla informática.

De acordo com informações publicadas no próprio site da PJ, em 2017, o homem que foi agora detido adquiriu uma agência de viagens na zona norte do país com graves problemas financeiros e, através de um esquema fraudulento, utilizando dados de cartão de crédito falsos, obteve centenas de viagens junto de várias companhias aéreas a operar essencialmente em Portugal e no Brasil.

O prejuízo causado a clientes e a companhias aéreas poderá ultrapassar o meio milhão de euros.

Na busca domiciliária foi-lhe apreendido o computador utilizado, o telemóvel, uma quantia em dinheiro que ascende os 3.000,00€ e documentação bancária.

O detido, cidadão estrangeiro, de 57 anos, foi presente à competente autoridade judiciária tendo-lhe sido aplicada uma caução no valor de 300.000,00€.

Via PJ

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.
Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: