O futuro da produção e entrega de pizzas é robótico e autónomo

Daqui a uma década, quando encomendar uma pizza, talvez seja este veículo a cozinhá-la. Mas a tecnologia vai estar presente em quase todas as áreas do processo.

A Pizza Hut é conhecida por se associar às tendências tecnológicas. Depois de ter aproveitado a deixa da série Black Mirror para apresentar uma carrinha de distribuição autónoma, a empresa criou agora uma pick-up que contém uma cozinha móvel equipada com chefs robóticos que asseguram a confeção das pizzas. Mas este não é o único ponto de foco desta criação. É que a Toyota Tundra Pie Pro, como foi batizado o veículo, é também movido a hidrogénio.

Esta solução não é final, nem deverá começar a substituir os restaurantes da marca norte-americana, mas é uma válida exibição de como poderão as empresas da indústria desenvolver os seus serviços no futuro. Neste protótipo, os robots conseguem montar as pizzas, colocá-las no forno, fatiá-las e dispô-las na caixa adequada. Isto de forma independente, sem qualquer auxílio humano.

O processo demora cerca de sete minutos, o que significa que a pizza pode ser cozinhada no caminho para a casa do cliente. Tanto a carrinha como a cozinha são alimentadas a hidrogénio, o que significa que a pegada ecológica desta viatura é muito reduzida em comparação com outros veículos.

Se preferir dirigir-se aos restaurantes da cadeia, a experiência não terá de ser menos tecnológica do que isto. Recorde uma prova conceptual desenvolvida pela Pizza Hut, em 2014, através deste link.

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: