Mortal Kombat 11 e Marvel Ultimate Alliance 3 lideram dezena de anúncios no Game Awards

O evento que premeia os melhores títulos do ano já é considerado um palco importante para novos anúncios de videojogos. Este ano foram mais de uma dezena de revelações ou confirmações de datas de lançamento de títulos conhecidos.

De ano para ano, o Game Awards, evento organizado pelo reputado jornalista de videojogos Geoff Keighley, tem ganho um importante estatuto ao distinguir os melhores títulos do ano, o mais próximo que existe da cerimónia de entrega dos Óscares para o cinema. O evento tem conquistado mais público, nas transmissões em direto, e o desfile de nomes importantes ligados à indústria tem fortalecido a sua posição. Ontem fez-se história ao juntar-se, no mesmo palco, os três líderes das principais fabricantes de consolas – Reggie Fils-Aimé da Nintendo América, Phil Spencer da Xbox e Shawn Layden da Sony Worldwide Studios – numa mensagem de união e força nesta indústria.

Nesse sentido, foram muitas e boas surpresas reveladas ontem durante a cerimónia dos Game Awards, uma prova de sintonia das editoras com a importância do evento. A revelação de Marvel Ultimate Alliance 3: The Black Order surpreendeu por ser um exclusivo para a Nintendo Switch. Trata-se de um jogo da Team Ninja, conhecida por Ninja Gaiden e Nioh, e é uma “prenda” da Marvel para a consola híbrida da Nintendo.

Apesar de ter marcado a revelação oficial para o dia 17 de janeiro, a Warner Bros. levou para o evento o primeiro teasing de Mortal Kombat 11, não se sabendo as plataformas que vão receber o próximo capítulo da conhecida série de combate. Sabe-se, no entanto, que continuará a ser visceral e a data de lançamento oficial é o dia 23 de abril do próximo ano. O vídeo de apresentação mostra Scorpio e Raiden num combate típico da série. O calendário de 2019 começa a desenhar-se…

Quando Casey Hudson pisou o palco para falar de Anthem, o esperado jogo da BioWare, com lançamento em fevereiro, deixou no ar que o estúdio já estava a trabalhar em outros projetos. Foi então sem surpresa que durante o evento foi revelado um teaser de Dragon Age 4. Infelizmente, mais nada foi revelado.

Já é conhecido também o novo projeto da Obsidian Entertainment, um dos estúdios que foi adquirido recentemente pela Microsoft. Trata-se de The Outer Worlds e inspira-se num ambiente de ficção científica, que avaliando pelo trailer parece ter um toque de humor. Nada se sabe do jogo, tirando o lançamento algures em 2019, e parece focar-se numa perspetiva da primeira pessoa, tal como o anterior Fallout: New Vegas.

As novidades não se ficaram por aqui, havendo ainda espaço para algumas revelações importantes da indústria indie. O estúdio sueco Simogo revelou Sayonara Wild Hearts para a Nintendo Switch, com lançamento no próximo ano. É mais um jogo “artístico”, muito focado na componente musical e coloca os jogadores a participarem em batalhas de dança, andar de motas e skates e outras atividades “cool”.

Continuar a ler

Ashen foi outro título que recebeu uma data de lançamento durante o Game Awards, ou seja, está já disponível em acesso antecipado na nova loja digital da Epic Games e Xbox One. Em produção durante os últimos quatro anos, trata-se de uma aventura de fantasia com tons negros, inspirado em jogos como Dark Souls. Dos produtores dos excelentes Bastion, Transistor e Pyre, a Supergiant Games levou para o evento a revelação de Hades, mais um curioso jogo de ação em perspetiva isométrica, que se encontra disponível em acesso antecipado na loja da Epic Games.

A Hello Studio, criadora de No Man’s Sky, tem um novo jogo chamado The Last Campfire. Invés da exploração espacial do primeiro título, o novo parece focar-se mais numa abordagem narrativa, com um estilo artístico que lembra as obras da Pixar. Confirmou-se a ainda que o clássico Crash Team Racing vai regressar numa versão melhorada, num tratamento semelhante à trilogia de Crash Bandicoot e Spyro the Dragon. O jogo está previsto chegar no da 21 de junho à PS4, Xbox One e Switch.

Muito curiosa a revelação da Ubisoft para o futuro da série Far Cry. Cada novo capítulo apresenta um novo cenário, história e protagonistas, mas o próximo título é uma sequela direta da narrativa de Far Cry 5. Trata-se de Far Cry: New Dawn e segue os eventos do último jogo, quando o vilão Joseph Seed lança uma bomba nuclear, destruindo o mundo tal como o conhecemos. Uma mudança radical de um ambiente rural sulista dos Estados Unidos, para um ambiente pós-apocalíptico de Mad Max.

Por fim ainda houve tempo para mais duas surpresas. A primeira foi o anúncio da primeira personagem adicional, através de DLC, que chegará a Super Smash Bros. Ultimate. Trata-se de Joker, uma personagem de Persona 5, que surpreendeu devido ao jogo não estar disponível em qualquer plataforma Nintendo. Será uma dica? A outra surpresa é a chegada de Journey ao PC, considerado um dos melhores jogos indie da PlayStation 3, quando foi lançado em 2012. O jogo vai chegar no próximo ano, e é mais um título exclusivo que a Epic Games agarrou para a sua nova loja digital.

Foram muitos os anúncios, ao nível das melhores conferências de uma E3 ou Gamescom, neste caso com a vantagem do Game Awards ser multiplataforma e de editoras distintas…

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: