Milhares de encomendas por dia para o carro novo de Elon Musk não salvam contas da Tesla

Pelo contrário: o recém lançado Model 3 é um dos “responsáveis” pelo prejuízo trimestral da fabricante automóvel.

A Tesla está a registar uma média de 1.800 reservas por dia do seu novo Model 3, a proposta mais em conta que a empresa automóvel de Elon Musk já apresentou ao mercado – mas nem por isso ao alcance de poucos, já se sabe.

O anúncio foi feito pela própria Tesla, juntamente com a publicação dos resultados financeiros para o segundo trimestre, que não foram os melhores.

Apesar das vendas terem mais do que duplicado, passando dos 1,27 mil milhões de dólares de igual período de 2016 para os 2,8 mil milhões, a fabricante automóvel registou um agravamento dos prejuízos, que passaram de 293 milhões para os 336 milhões de dólares.

Para os resultados menos positivos contribuiu o esforço de investimento no aumento da capacidade de produção para os próximos dois anos e o lançamento de novos modelos, como o Model 3.

Além do número diário de reservas desde que foram entregues as primeiras unidades, a Tesla revelou que o Model 3 vai começar a chegar ao público em geral no último trimestre deste ano – depois de serem "atendidos" todos os funcionários da empresa que encomendaram o veículo.


Continuar a ler

Mas tal vale apenas para os Estados Unidos. Fora do mercado norte-americano, as encomendas só deverão começar a ser entregues um ano depois, ou seja, no final de 2018.

O Model 3 foi concebido para dar à Tesla uma boa margem de lucro, apesar de ser a proposta de venda mais em conta da empresa até à data. O preço começa nos 35 mil dólares, mas vai aumentando consoante os “extras”, podendo chegar aos 60 mil dólares.

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: