Lisboa mantêm-se no topo do desempenho digital, o resto do país desce

Com exceção da região que acolhe a capital, todas as áreas do país apresentam índices de desempenho digital inferiores aos do ano passado e afastam-se ainda mais da média nacional. A zona norte ultrapassa o Algarve pela primeira vez.

A região da Área Metropolitana de Lisboa continua a mostrar supremacia face às restantes seis regiões de Portugal no que diz respeito aos índices de desempenho digital, conforme indicam os resultados da edição de 2015 do Índice Digital Regional (IDR).

Todas as regiões baixaram estes índices, de acordo com o estudo, e apresentam-se ainda mais distantes da capital e da média nacional, “o que vem acentuar as assimetrias regionais que se verificam na construção da sociedade da informação em Portugal”, diz Luís Miguel Ferreira. Este membro da equipa responsável justifica a quebra generalizada destas zonas no desempenho digital com “a introdução de novos indicadores” no estudo deste ano.

A região Centro ocupa a segunda posição do ranking, sendo que a região Norte sobe pela primeira vez ao terceiro lugar, trocando com a região do Algarve. Seguem-se o Alentejo e as ilhas, sendo que é a Região Autónoma da Madeira que ocupa o último posto, à semelhança do que aconteceu no ano anterior.

A acompanhar a subida da média nacional no resultado final (que é de 5,1%) apresenta-se assim apenas a região de Lisboa (2,4%). Todas as restantes regiões viram os seus resultados descer entre 2014 e 2015, registando-se a maior queda na região do Algarve (18,3%) e na Madeira (9,2%).

A atividade de observação que serve de base ao IDR é desenvolvida no âmbito do Gávea – Laboratório de Estudos e Desenvolvimento da Sociedade da Informação da Universidade do Minho.

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: