Divirta-se no Halloween com estes jogos assustadores para smartphone ou tablet

Se é apreciador da altura do ano não deixe de experimentar estes cinco jogos capazes de o fazer saltar de medo. Terá, com certeza, alguns sustos garantidos enquanto tenta fugir de criaturas horrendas em locais assombrados.

O Halloween, ou Dia das Bruxas, está à porta e o “terror” está na ordem do dia. Por isso, nada melhor que trazer todo esse ambiente de suspense para os dispositivos móveis com os cinco assustadores jogos que sugerimos.

Em todos eles há “apenas” criaturas horrendas que querem apanhar o protagonista em locais comuns como um restaurante, uma escola e até mesmo na nossa própria casa, através de um título de realidade aumentada.

Deste modo, será preciso conseguir fugir de diabólicas seres mecânicos durante o turno da noite, enquanto se vigia uma pizzaria ao longo dos vários jogos da série Five Nights at Freddy's, procurar uma criança desaparecida num abandonado e assombrado manicómio infestado de estranhas e terríveis criaturas ou tentar escapar de uma escola recheada de assombrações procurando a ajuda das alunas residentes e utilizando todo o tipo de objetos para fugir.

Sugerimos ainda dois inovadores títulos que apresentam uma jogabilidade muito peculiar. Num, apenas pode contar com o sentido da audição para percorrer um estranho museu e evitar ser detetado pelos seus demoníacos vigilantes, enquanto tenta recuperar as suas memórias e regressar ao mundo dos vivos. No outro, um título de realidade aumentada, irá transformar a sua própria casa num local assombrado e poder ver, através do smartphone, os objetos ganharem vida enquanto estranhas criaturas o fazem saltar de medo.

Todos eles garantem experiências assustadoras que farão as delícias dos fãs do género.

Night Terrors: The Beginning

Terror na nossa própria casa

Do mesmo modo que Pokémon GO, Night Terrors é um jogo de realidade aumentada mas, em vez de tentar apanhar monstrinhos fofos ao ar livre, coloca o jogador a enfrentar criaturas horrendas na escuridão da sua própria casa.

Para uma experiência completa é aconselhado jogar dentro de casa com as luzes apagadas e com auriculares. Depois é abrir o jogo no smartphone, que irá ligar o flash, que funcionará como iluminação, e a câmara, com o jogo a passar a "controlar" tudo o que está à volta. O jogador passa a utilizar o ecrã do smartphone para visualizar o ambiente, com o jogo, através de um elaborado algoritmo, a fazer os objetos ganharem vida, com quadros a cair, portas a fechar e sombras a esconderem-se por trás dos móveis, tudo aliado a incríveis e fantasmagóricos efeitos sonoros.

O jogador deve explorar a casa para encontrar e salvar uma menina e, claro, sobreviver aos fantasmas, mortos-vivos e outras criaturas horrendas com olhares penetrantes que surgem de repente no corredor ou na sala de jantar.

Night Terrors: The Beginning fará qualquer um saltar de medo. De momento, está apenas disponível para iPhone e custa €0,99.

Link iOS

Veja o próximo jogo

Papa Sangre II

Recuperar memórias utilizando apenas a audição

Papa Sangre II baseia toda a sua jogabilidade na componente sonora, aproveitando as capacidades giroscópicas dos smartphones para entregar uma aventura através do som.

O jogo é-nos narrado por Sean Bean, que informa o jogador que ele está morto, mas, que felizmente, poderá regressar ao mundo dos vivos, precisando para o efeito de recolher todas as suas memórias. O problema é que as ditas foram trancadas no museu de Papa Sangre. De inicio parece ser uma tarefa fácil, mas existe um problema, não conseguimos ver.

Trata-se de uma experiência auditiva que aproveita o mais poderoso motor gráfico que existe: a imaginação. O jogo não prima pelo aspeto gráfico, pois pouco tem, mas os efeitos sonoros são do melhor. Os controlos são bastante simples, sendo apenas necessário mover os pés para andar e usar as mãos para bater palmas, utilizando para o efeito os botões localizados nos cantos do ecrã. Existe ainda um objeto parecido com uma bússola que regista a posição do jogador. Para uma melhor experiência auditiva recomenda-se a utilização de auscultadores. O jogador terá que rodar de forma a ouvir onde certos objetos estão localizados, necessitando para o efeito de estar de pé ou sentado em algo giratório para uma melhor experiência.

Depois de se conseguir guiar o personagem, o guia irá leva-lo para o Museu de Memórias. Embora não seja possível vê-las, as memórias emitem um som que fica mais alto quanto mais próximos estiverem. Quando se chega perto das mesma, basta agarrá-las para as apanhar. Parece fácil, mas não é pois existem ferozes criaturas que agem como uma força de segurança do Papa Sangre. Basta que oiçam o personagem cair, tropeçar ou fazer qualquer tipo de barulho, e virão para cima dele num ápice. Em cada nível existem obstáculos que é preciso evitar a todo o custo, como itens espalhados pelo chão e placas que rangem. Graças aos fantásticos efeitos sonoros, é possível "sentir" as criaturas a rastejar, ajudando a elevar o aspecto de horror e sobrevivência do jogo.

Papa Sangre II tem 18 níveis, fornecendo uma experiência relativamente longa e envolvente, diferente de tudo aquilo que se possa ter experimentado num jogo para smartphones. É uma sensação incrível entrar neste mundo desprovido de visão e fazer apenas uso da audição para navegar pelos muitos perigos e obstáculos. O jogo está apenas disponível para equipamentos iOS custando €4,99.

Link iOS

Veja o próximo jogo

Five Nights at Freddy's

Vigiar um restaurante onde estranhas criaturas ganham vida de noite

Five Nights at Freddy's é uma série de jogos, tota lizando até ao momento quatro, onde o jogador assume o papel de um guarda-noturno que trabalha na pizzaria Freddy's Fazbear e que terá que fugir de vários “animatronicos” que ganham vida durante a noite.

Com ligeiras diferenças, o objetivo em cada um dos jogos da série é sobreviver durante um período de tempo sem ser apanhado por Freddy Fazbear, Chica, Fox e companhia. O jogador pode monitorizar os animatronicos através das câmaras de vigilância espalhadas pelo restaurante, utilizando a iluminação para ver por onde eles andam. Os recursos são, no entanto, limitados, sendo sempre preciso geri-los de forma a que não acabem e coloquem o jogador à mercê dos monstrinhos.

Existem formas de evitar o ataque de cada um do animatronicos, utilizando vários itens como uma máscara, lanterna ou caixa de música, sendo preciso averiguar quais funcionam com quem. O jogo tem cinco níveis, alusivos às cinco noites passadas na pizzaria, que aumentam de dificuldade. Ao concluir o quinto nível desbloqueia-se um sexto ainda mais difícil e conclusão deste abre a "Custom Night", um editor de níveis onde o jogador pode ajustar a dificuldade dos personagens.

Os jogadores irão dar vários saltos quando, de repente, algo aparece do nada e acontece uma morte horrenda. Mas o medo real é garantir que isso não aconteça, obrigando o jogador a verificar constantemente onde as criaturas estão, se aquela sombra é uma criatura em movimento ou não.

Todos os jogos da série Five Nights at Freddy's são excelentes exemplos de títulos de terror, garantindo muitas horas de sustos. Todos estão disponíveis para Android e iOS com preços a rondar os €3 cada.

Five Nights at Freddy's

Link Android / Link iOS / Link Windows Mobile

Five Nights at Freddy's 2

Link Android / Link iOS / Link Windows Mobile

Five Nights at Freddy's 3

Link Android / Link iOS

Five Nights at Freddy's 4

Link Android / Link iOS

Veja o próximo jogo

Forgotten Memories: Alternate Realities

Encontrar uma criança desaparecida num local assombrado

Forgotten Memories: Alternate Realities conta-nos a história de Rose Hawkins, uma mulher independente com a missão de encontrar Éden, uma criança desaparecida. As pistas levam-na até um manicómio abandonado, mas ao entrar lá acaba por levar um tiro para depois acordar ferida e sem memória num lugar estranho que não conhece. Enquanto procura pela criança, ela está trancada numa tragédia sem fim, presa no tempo. Rose terá que enfrentar os seus medos mais profundos para saber o mistério por trás da investigação sinistra em que decidiu se envolver.

Rose precisa explorar o local para descobrir a verdade sobre a menina desaparecida e desvendar o mistério do que realmente aconteceu no manicómio à muito tempo atrás. Os controlos são simples, bastando deslizar o dedo no lado esquerdo do ecrã para andar e fazer o mesmo no lado direito para olhar à volta. Para interagir com os objectos existentes nos diversos cenários basta tocar nos ícones de exclamação. Para utilizar a arma é preciso tocar no ícone com a mira e no símbolo da lanterna para a aceder ou apagar.

Existem diferentes tipos de inimigos, mas os principais são os manequins, que estão em todo o lado, sendo na maioria das vezes inofensivos, mas quando menos se espera um ou mais ganham vida e irão perseguir a protagonista. Este é o componente de terror e suspense do jogo, sendo preciso andar pelo meio de potenciais inimigos sem saber quais poderão atacar. Uma boa forma de manter o jogador sempre atento. Para gravar o progresso no jogo, é preciso encontrar disquetes e utilizá-las nos computadores espalhados por todo o ambiente, não existindo checkpoints nem opções de menu para o fazer.

Dotado de excelentes gráficos e animações impecáveis, efeitos sonoros e de luz e sombra para adicionar um clima de tensão e terror e uma história envolvente que desperta curiosidade, Forgotten Memories: Alternate Realities é excelente para quem gosta do estilo e promete horas de sustos e diversão.

Forgotten Memories: Alternate Realities custa €5,99 e está disponível para iOS.

Link iOS

Veja o próximo jogo

The School: White Day

Uma história de amor que se tornou num autêntico pesadelo

The School: White Day é um remake da versão PC "White Day: A Labyrinth Named School", lançado em 2001 e que ganhou uma grande popularidade em diversos países. O jogo capta uma perspetiva distintamente asiática e gira em torno de uma escola recheada de lendas e mistérios. O jogador segue a história de Hui-min, o protagonista, e outros estudantes que se encontram fechados na escola de noite.

O jogo começa com uma história de amor que decorre no White Day, feriado para comemorar o dia dos namorados na Coreia do Sul. Decidido a deixar um presente para a sua namorada, o protagonista decide invadir a escola durante a noite para depois se aperceber que ficou preso num local cheio de fantasmas e todos os tipos de perigos e horrores.

Não há cenas sangrentas, nem há armas, como facas ou armas, para usar. O jogador é apenas um aluno que tem de fugir e tentar arranjar forma de escapar, encontrando uma série de alunas da escola pelo caminho. Ao ajudá-las ele irá obter itens que o ajudarão a sobreviver a essa noite de terror. O enredo do jogo é muito bom, com as escolhas e ações do jogador a determinarem o final, de um total de 7 possíveis.

Dotado de excelentes gráficos 3D e efeitos sonoros realistas que poderão originar alguns sustos, The School: White Day é um excelente jogo de terror, custando cerca de €7 e estando disponível para Android e iOS.

Link Android / Link iOS

Fonte do Artigo

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: