Deepfake: A inteligência artificial pode enganar-nos e o Facebook quer impedi-la

Ao apresentar vídeos realistas gerados pela IA de pessoas reais a fazer e a dizer coisas fictícias, o chamado deefake dificulta a avaliação da legitimidade dos conteúdos publicados online. A equipa de Mark Zuckerberg que ajudar a detetar tais técnicas “enganadoras”.

Deepfake: A inteligência artificial pode enganar-nos e o Facebook quer impedi-la

O Facebook anunciou esta quinta-feira o lançamento do Deepfake Detection Challenge (DFDC), um “concurso” que pretende contribuir para produzir tecnologia que todos possam utilizar para detetar melhor quando a Inteligência Artificial foi usada para alterar um vídeo, com o objetivo de enganar quem o vê.

O Deepfake Detection Challenge vai contar com um conjunto de dados e uma tabela de classificação, além da atribuição de prémios, de forma a incentivar a criação de novas formas de identificação e bloqueio de conteúdos multimédia manipulados através de Inteligência Artificial, impedindo a sua utilização com más intenções.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Subscrever Já subscrevi

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Ler Artigo Original
Fonte: SAPO Tek

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: