Days Gone é um apocalipse zombie vivido com a alma de um motard

Inspirado em séries televisivas como Sons of Anarchy e The Walking Dead, o novo exclusivo da PlayStation 4 é um mundo aberto onde o perigo espreita a cada esquina.

Days Gone é o fruto de trabalho de quase sete anos da Sony Bend, o estúdio da Sony alocado no Oregon, nos Estados Unidos, e responsável nos últimos anos pelas adaptações de Uncharted e Resistance para as consolas portáteis PlayStation. Foi uma longa produção, com adiamentos e rumores de cancelamento, mas está finalmente prestes a chegar às lojas.

Days Gone é um jogo de ação na terceira pessoa, baseado num mundo aberto à exploração, com um tom adulto e repleto de horror, tendo como palco de fundo um apocalipse zombie. Tal como já havia referido ao SAPO TEK, Emmanuel Roth, “Senior Staff Animator” da Bend Studio, durante a sua visita a Portugal, num anterior evento, o jogo inspira-se nas séries televisivas Sons of Anarchy, por ter protagonistas motards, e as motas serem o único meio de deslocação neste mundo devastado; e claro, The Walking Dead, não só pela temática dos zombies, mas igualmente no comportamento dos humanos e da sua distribuição por acampamentos, espalhados pelo mapa.

As hordas de zombies, ou freakers como são aqui chamados, apresentam um dos grandes desafios da aventura, ao colocar o protagonista a defrontar centenas de criaturas que correm violentamente atrás do jogador. Será necessário colocar armadilhas, puxar um pequeno grupo de cada vez, e abusar dos cocktails molotov para colocá-los em chamas. Caso tudo falhe, há que correr ou fugir de mota.

O veículo de duas rodas do protagonista ganha neste jogo uma importância adicional, relativamente a outros jogos. Não pode abandonar o veículo e pegar noutro, como é habitual nos títulos baseados em sandbox. Será a única que tem, salvo exceções, e terá de cuidar dela, procurando jerricans de gasóleo para a abastecer o combustível, fazer reparações quando se danifica, ou nas oficinas dos acampamentos, melhorar o seu motor, turbos e suspensão para uma maior performance. Até pode adicionar alforjas para atestar de munições adicionais. O sistema de fast travel também depende da proximidade da mota, pois tem em conta o combustível que gastaria para chegar ao destino.

Continuar a ler

A história tem lugar dois anos depois da explosão do apocalipse zombie, e do dia em que Deacon St John, o protagonista, se separou da sua esposa. Juntamente com o seu melhor amigo, Boozer, ambos sobrevivem como mercenários, fazendo trabalhos para os acampamentos, por vezes um pouco ambíguos, tais como salvar pessoas e enviá-los como mão-de-obra para um dos acampamentos, a troco de créditos ou reputação. Será necessário ganhar confiança com cada acampamento, pois só dessa forma são desbloqueadas as melhores peças para a mota, assim como armamento mais poderoso. Poderá ainda vender as orelhas dos freakers, que servem de prova de morte à sua exterminação.

A aventura apresenta uma estrutura livre, onde não faltam atividades tais como eliminar ninhos de freakers, encontrar pontos de interesse e outros tantos colecionáveis espalhados pelo mapa. Há ainda bases de um grupo científico que estuda os zombies para aceder, premiando a personagem com uma melhoria física, entre energia, vitalidade ou foco (que coloca a ação em câmara lenta durante a ação). Acredite que para completar todas as regiões do mapa a 100% terá pela frente dezenas de horas, e mesmo que opte por seguir apenas as missões de história ou quests secundárias, a aventura é bastante longa.

Focando-se nos aspetos de sobrevivência, as munições não abundam, e é necessário revistar inimigos e explorar o cenário para encontrar balas. E tudo o que se utiliza necessita ser fabricado, através de matérias-primas, como sucata, sistemas de airbag e alarmes dos carros, latas, garrafas, plantas, pregos, entre outros. Depois terá de os gerir entre a reparação das armas de proximidade, como tacos com pregos, a construção de bombas ou kits médicos, e claro, a reparação da mota.

Como é habitual em praticamente todos os jogos da consola, os diálogos estão em português, mas avisamos já que são adultos e com diversos palavrões pelo meio.

Days Gone é um jogo com um ambiente permanente de “cortar à faca”, com um mapa gigante e ambicioso, repleto de conteúdo e com uma história que se espera interessante, disponível a partir do dia 26 de abril em exclusivo na PlayStation 4.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Subscrever Já subscrevi

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Ler Artigo Original
Fonte: SAPO Tek

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: