Condutor banido por 18 meses por abusar do Autopilot da Tesla

Os Tesla são neste momento os carros mais desenvolvidos no que toca a condução sem assistência. O Autopilot garante aos condutores a assistência necessária e um nível de independência único.

Claro que não é perfeito e tem falhas, mas isso não pareceu ser problema para um condutor que recentemente foi apanhado a viajar no lugar do passageiro e com o Autopilot ligado.

A brincadeira que Bhavesh Patel realizou parece que acabou por lhe sair cara. Este habitante de Nottingham, no Reino Unido, foi apanhado pela polícia de trânsito britânica a circular na conhecida M1 no lugar do passageiro do seu Tesla e dependendo apenas do Autopilot.

Este condutor terá decidido experimentar as capacidades de condução autónoma do seu Tesla e para isso ligou o Autopilot, tendo depois mudado do lugar do condutor para o do passageiro, desfrutando de uma viagem ainda mais descansada.

O problema é que foi apanhado pelas autoridades a circular desta forma a mais de 60Km/h, colocando-se a si e os restantes condutores em perigo, o que motivou a intervenção da polícia.

O castigo de Bhavesh Patel é elevado e proíbe-o de conduzir por 18 meses. Para além desta pena, Bhavesh Patel foi ainda condenado a trabalhar 100 horas, a fazer 10 dias de reabilitação e pagar uma multa de 2 mil euros.

Man pleads guilty to dangerous driving after switching on his car's autopilot and moving over to the passenger seat while travelling along the M1 near #HemelHempstead: https://t.co/GrKppSLVZT pic.twitter.com/JPYgk9eyDM

— Herts Police (@HertsPolice) April 27, 2018

O curioso desta situação é que o Autopilot da Tesla requer que os condutores tenham as mãos no volante em períodos específicos, sendo desligado caso estes falhem esta verificação, acabando por parar o carro. A experiência de viagem no lugar do passageiro deverá assim ter sido curta.

Mesmo com todos estes sistemas de proteção, é de todo desaconselhado que estas experiências sejam feitas. O mais certo é que surjam problemas, uma vez que o Autopilot não é um sistema perfeito e não consegue tomar medidas evasivas em caso de problemas.

Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo
Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: