Apple vai “arrumar a casa” e remover apps desatualizadas

A marca da maçã vai começar a eliminar aplicações desatualizadas. No mesmo dia em que deverá apresentar o seu novo iPhone, a Apple vai remodelar a sua loja de apps para ajudar o utilizador a melhor encontrar o que procura.

O dia de amanhã reserva muitas surpresas. Para além de se esperar o lançamento de novos produtos, entre os quais um novo smartphone, a Apple vai dar início a um processo de “limpeza” da App Store. Numa mensagem aos seus programadores, a tecnológica de Cupertino informou que vai eliminar aplicações que não estejam atualizadas e não se coadunem com os padrões de qualidade da plataforma.

O processo de remoção de apps “problemáticas e abandonadas”, nas palavras da Apple, será feito mediante uma análise dos programas. No caso de aplicações que não se ajustem aos parâmetros estipulados, os programadores setrão notificados e terão até 30 dias para aplicarem as alterações necessárias. No entanto, se as apps falharem logo no arranque, a empresa garante que serão sumariamente removidas.

Contudo, a Apple garante que as apps vão manter o nome e continuar disponíveis para utilização nas páginas dos respetivos criadores, e podem regressar à App Store caso sejam atualizadas.

Mas isto não é tudo. O colosso tecnológico quer também combater os nomes longos e demasiado descritivos de algumas aplicações. Na mesma publicação, é dito que os nomes das aplicações que forem publicadas a partir de dia 7 terão um limite de 50 carateres, com vista a tornar mais fáceis e eficazes as pesquisas na App Store.

A Apple diz que vários programadores colocam nomes demasiado longos nas suas apps, e que muitas vezes contêm descrições e termos que não correspondem ao conteúdo e que só dificultam a experiência do utilizador.

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: