Apple obrigada a remover várias aplicações da App Store chinesa. O Skype é uma delas

A maioria das aplicações visadas são serviços VoIP. A empresa norte-americana foi contactada pelo Ministério da Segurança Pública da China que lhe indicou que existiam várias apps online que não estavam a respeitar a lei local.

A Apple confirmou esta terça-feira, dia 21 de novembro, que foi obrigada a remover várias aplicações da versão chinesa da App Store. O Skype foi uma das apps visadas.

A remoção foi feita após o governo alegar que estes programas estavam a desrespeitar várias leis do país. "Fomos notificados pelo Ministério da Segurança Pública que nos disse que existiam várias aplicações VoIP disponíveis que não estavam a respeitar a lei local, por isso, estas apps foram removidas da App Store na China", disse uma porta-voz da tecnológica em declarações à Reuters.

Em resposta a esta eliminação, vários utilizadores chineses manifestaram o seu desagrado por não conseguirem pagar serviços do Skype através da Apple. Recorde-se que a aplicação é largamente utilizada no meio empresarial.

Note que, tal como o Skype, também o Twitter, o Facebook e o motor de busca Google têm o acesso online barrado.

A China tem uma postura bastante autoritária sobre a internet, gerindo-a como um serviço público onde o Estado intervém frequentemente para regular e afinar a sua utilização de acordo com os interesses do governo.

Recorde alguns dos exemplos:

China vai ter base de dados de reconhecimento facial para todos os seus habitantes China: Apple retira aplicações de VPN da App Store WeChat admite entregar dados pessoais dos utilizadores ao governo chinês

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: