Apple compra empresa de sensores InVisage

A luta dos fabricantes de smartphones da atualidade passa por oferecer o melhor no campo da fotografia. A Apple, nos últimos anos, está a apostar forte neste mercado.

Agora, segundo algumas informações de funcionários da empresa, a Apple terá adquirido recentemente a fabricante de sensores para câmaras InVisage.

Preâmbulo

A empresa InVisage é proprietária da tecnologia QuantumFilm. Esta tecnologia é uma camada fotossensível que depende de uma classe de materiais modernos inventada pela InVisage para absorver a luz; especificamente, o novo material é composto por pontos quânticos, nanopartículas que podem ser dispersas para formar uma grade quando são sintetizadas. A sensibilidade à luz sem precedentes e a customização da tecnologia QuantumFilm permite à InVisage ter um sensor de imagem muito à frente dos tradicionais sensores de imagem CMOS.

Num pixel QuantumFilm, a luz passa pela matriz de filtros de cores e é então detectada pelos pontos quânticos na camada QuantumFilm. A fiação de metal representa o circuito elétrico do sensor. O posicionamento mais elevado da camada fotossensível permite que o pixel QuantumFilm detecte mais fotões, armazene mais electrões (e, portanto, mais informações fotográficas) e reproduza cores de forma mais precisa – tudo com um módulo de câmara mais fino.

A empresa não só desenvolveu a tecnologia, mas os materiais físicos para implementar a tecnologia, com um fabricante dedicado em Taiwan que fez a solução QuantumFilm, camadas para sobrepor nos sensores de imagem.

Data desconhecida da aquisição da InVisage

Houve alguns murmúrios de uma aquisição no mês passado, mas não houve nenhuma confirmação de nenhuma das empresas. Mas quando começamos a olhar ao redor, encontramos uma série de sinais que apontam para uma venda:

  • Há um punhado de funcionários da InVisage que já estão no LinkedIn a indicar que trabalham para a Apple. Foi conseguido determinar que vários outros que não atualizaram os seus perfis do LinkedIn também estão a trabalhar lá. Enquanto isso, a InVisage apagou a seção do seu site que detalhava alguns de seus quadros seniores (mas ainda podemos encontrar essas páginas através de serviços de arquivo web).
  • A própria InVisage ficou silenciosa nas redes sociais e noutros canais de comunicação em novembro do ano passado.
  • A InVisage possui 27 patentes registradas para a empresa e, para já, nenhuma delas foi ainda transferida para a propriedade da Apple. Contudo, a empresa legal que representa a InVisage mudou em setembro. Agora está a usar a mesma empresa que a Apple usa para todo o seu trabalho de patente.
  • Várias pessoas contactadas, ligadas à empresa, referiram à Techcrunch que não tinham liberdade para discutir a aquisição, mas, ao fazê-lo, também inadvertidamente confirmaram que esta ocorreu.
  • Há mais evidências públicas de uma venda nos vários patrocinadores da InVisage VC. Estes agora listam a empresa como encerrada nos seus sites. Fundada em 2006 por Ted Sargent (um académico do Canadá que se especializou em nanotecnologia) e Everett McGinley (que deixou a empresa após dois anos), a Invisage havia arrecadado 98 milhões de dolares em financiamentos de patrocinadores que incluíam InterWest Partners, Nokia Growth Partners, Intel Capital, CRV, GGV e muito mais.

Não está claro como a Apple estará a usar a tecnologia da InVisage, mas é interessante perceber o que é de facto a tecnologia QuantumFilm que a empresa desenvolveu.

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Leave a Reply

%d bloggers like this: