Amazon e Alphabet dão trambolhão na bolsa e perdem 100 mil milhões de dólares

As gigantes tecnológicas afundaram-se na última sessão da bolsa de valores de Nova Iorque e afundam Nasdaq. Microsoft passa para o segundo posto das mais cotadas…

Esta semana já tinha havido indícios negativos na bolsa de valores das gigantes tecnológicas Amazon e Alphabet, que lideraram o desastre registado em Wall Street, somando perdas em 100 mil milhões de dólares. A queda arrastou os índices Dow Jones em 1,19%, a S&P500 desceu 1,31% e a Nasdaq em 2,07%.

Segundo o Jornal de Negócios, as ações da Amazon desvalorizaram 7,82%, valendo 1.643 dólares. Esta queda representa uma descida de 86 mil milhões de dólares, saltando para as cinco maiores perdas de valor de uma empresa cotada num único dia. Este desaire fez com que a empresa de Jeff Bezos perdesse o lugar da segunda maior empresa mais cotada do mundo, valendo pouco mais de 800 mil milhões de dólares, bem abaixo do “trillion dolar baby” registado no início de setembro, quando passou a barreira do bilião de dólares.

A queda permitiu à Microsoft ganhar terreno, tornando-se agora a segunda mais cotada na bolsa de valores de Nova Iorque, depois dos bons resultados registados esta semana. Ainda assim, as ações da empresa fundada por Bill Gates registaram uma queda de 1,24% depois do crescimento de 5% em sessão anterior.

A Alphabet, a empresa-mãe da Google, também caiu em Wall Street, começando nos 5%, mas no final da sessão desta sexta-feira conseguiu recuperar para “apenas” 1,8%, com as ações a valerem 19,84 dólares. Nesse sentido, a gigante tecnológica sofreu uma descapitalização de 38 mil milhões de dólares.

Somadas as perdas da Alphabet e Amazon, foram 100 mil milhões de dólares "queimados" na sessão desta sexta-feira. Este ano, outras gigantes tecnológicas registaram trambolhões-recorde, como a Tencent, com a maior descida em 143 mil milhões de euros, e o Facebook em 136 mil milhões de dólares.

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

%d bloggers like this: