A bateria do futuro será à base de água

As baterias de iões de lítio, as mais usadas atualmente, atingiram um momento complexo. Estão a ser levadas a pontos extremos, onde já se registam explosões e ignições de equipamentos comprometendo quer o nível de durabilidade quer mesmo o de performance.

Embora existam inúmeros projetos atualmente em andamento, como já foi abordado no passado, nenhum deles está perto de se tornar realidade, devido à longa e cara viabilidade da investigação científica. Agora a água é tida como uma provável alternativa.

Já se falou em baterias de iões de sódio, baterias de lítio-enxofre e já se perspetivou mesmo a água do mar como componente das baterias do futuro. Nesse sentido, o mais recente desenvolvimento em tecnologia de baterias tornou-se bastante emocionante.

Investigadores de Harvard têm o protótipo de uma bateria que é não tóxica e mais duradoura do que qualquer solução de iões de lítio disponível atualmente. A chamada “Bateria de Fluxo” é baseada em moléculas orgânicas numa solução de água pH neutro, e espera-se que dure mais de 10 anos, o que é uma grande melhoria em relação à tecnologia atual da bateria.

Os investigadores modificaram as estruturas das moléculas usadas nas soluções de eletrólitos positivos e negativos, tornando-as solúveis em água, a equipa de Harvard conseguiu criar uma bateria que perde apenas 1% da sua capacidade em cada 1000 ciclos. Como resultado, as baterias tornam-se não corrosivas e mais baratas de produzir.

As baterias de iões de lítio nem sobrevivem a 1000 ciclos completos de carga / descarga

Referiu Michael Aziz, um dos responsáveis pela pesquisa.

Além de haver uma segurança maior, de uma durabilidade igualmente superior às convencionais baterias de iões de lítio, há igualmente uma importante redução de custo. Foi estipulado um objetivo pelo departamento de energia para construir uma bateria que pudesse armazenar energia por menos de 100 dólares / quilowatt-hora. Com esta evolução, a bateria em causa torna-se assim numa forte candidata para aplicações industriais, tais como o armazenamento de energia eólica e solar.

Este trabalho sobre os eletrólitos orgânicos solúveis aquosos é de grande significado ao apontar o caminho para futuras baterias com um ciclo de vida muito melhorado e custos consideravelmente menores. Espero que as Baterias de Fluxo de longa duração, eficientes, se tornem padrão como parte da infraestrutura da rede elétrica

Acrescentou Imre Gyuk, Diretor de Pesquisa de Armazenamento de Energia no Departamento de Eletricidade (DOE).

A Bateria de Fluxo poderá ser assim a substituta natural da atual bateria de iões de lítio que cada vez é mais utilizada e que poderá ter atingido o ponto de saturação no que toca à sua evolução.

Toda a verdade sobre baterias de Lítio

Ler Artigo Original

Share

Também pode gostar de...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: